sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Até aqui


Pontes para o presente. Pontes para o milagre que não é depois. É agora. Entre o amanhã e o ontem. Entre esse ano e o próximo. Entre eu e você. Entre os muros. Agora.

ps1.: é isso ai ...

Um comentário:

Marcos disse...

é bom sentir o que você escreve...
Você não precisa pedir, você nos convida a admira-la e a traze-la para dentro de nós.